myCIW (SÓ PARA VISUALIZAÇÃO - FÓRUNS TRANCADOS!)

Voltar   myCIW (SÓ PARA VISUALIZAÇÃO - FÓRUNS TRANCADOS!) > Temas Islâmicos > Ramadão

 
 
Opções do Tópico
  #1  
Antigo 23-08-2009, 18:50
YiossufAdamgy YiossufAdamgy está offline
Membro Registado
 
Registrado em: Jun 2004
Posts: 774
Padrão Como Começou a Oração de Tarawih?

Como Começou a Oração de Tarawih?



Por: M. Yiossuf M. Adamgy

In Revista Al Furqán, nº. 170, de Julho/Agosto.2009


Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso


Assalamu Alaikum:

É aconselhável oferecer Orações nocturnas de Tarawih no mês de Ramadão, em congregação ou individualmente, mas é melhor levá-las a cabo em congregação do que individualmente. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Deus [ár. Allah] recaiam sobre ele) guiou os seus companheiros na oferta destas orações em congregação durante algumas noites.

Está provado na al-Saheehayn que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah recaiam sobre ele) conduziu os seus companheiros na oração de Tarawih ao longo de algumas noites. Depois, na terceira ou quarta noite, ele não foi ter com eles. Ao amanhecer, ele disse: «Nada me impediu de me reunir convosco, a não ser o facto de temer que as orações se tornassem obrigatórias para vocês.» - Relatado por al-Bukhaari, 1129.

De acordo com a versão narrada por Muslim, 761: «Mas tive medo que as orações nocturnas se tornassem numa obrigação para vocês e que depois não fossem capazes de as cumprir.»

Oferecer a oração de Tarawih em congregação é algo que é determinado pela Sunnah do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah recaiam sobre ele). O Profeta (s.a.w.) afirmava que a razão que o levou a deixar de fazer esta oração em congregação se devia ao facto de ele temer que a mesma se tornasse obrigatória. Este factor deixou de ser aplicável após a morte do Profeta (s.a.w.), pois quando ele faleceu (que a paz e as bênçãos de Allah recaiam sobre ele) a wahy (revelação) terminou e deixou de haver preocupações relativamente à possibilidade de a oração se poder tornar obrigatória. Quando a razão, que consistia no facto de se temer que a oração se tornasse obrigatória, deixou de existir com o final da wahy, voltou a ser facto que a prática desta oração em congregação é Sunnah. (Consultar al-Sharh al-Mumti de Shaykh Ibn Uthaymeen, 4/78).

O Imame Ibn Abd al-Barr (que Allah o tenha em misericórdia) afirmou:

Isto indica que rezar à noite (qiyaam) durante o Ramadão é uma das Sunnah do Profeta (s.a.w.) e que a mesma é recomendada e encorajada. Esta oração não foi introduzida por Umar ibn al-Khattaab (r.a.), o que este fez foi recuperar algo que o Mensageiro de Allah (s.a.w.) amava e aprovava e que nada impediu o Profeta (s.a.w.) de a praticar com regularidade, a não ser o receio de que a mesma se tornasse obrigatória para o seu ummah, visto que ele era generoso e preocupado com o seu ummah. O Califa Umar (r.a.) sabia, através do Mensageiro de Allah (s.a.w.), que as obrigações não aumentariam nem diminuiriam após o falecimento do Mensageiro, por isso recuperou e determinou esta prática entre o seu povo. Tal aconteceu no ano14 depois da Hégira e Umar (r.a.) teve a honra de ter sido quem recuperou esta Sunnah. (Al-Tamhid, 8/108, 109).

Após a morte do Profeta (s.a.w.), os Sahaabah (que Allah esteja agradado com eles) rezavam a oração de Tarawih em pequenos grupos e individualmente, até que Umar (que Allah esteja agradado com ele) os reuniu sob a direcção de um único Imame.

Conta-se que Abd al-Rahmaan ibn Abd al-Qaari afirmou: Fui ter com Umar ibn al-Khattaab (r.a.) a uma Mesquita, certa noite do Ramadão, e as pessoas estavam dispersas, estando um dos homens a rezar sozinho e outro junto de um grupo de homens que seguiam a oração que ele proferia. Umar (r.a.) disse: «Penso que será melhor se os reunir para seguirem um único Imame». Então, decidiu uni-los para seguirem a oração de Ubayy ibn Kab. Depois fui ter com ele noutra noite e as pessoas estavam todas a rezar seguindo um Imame. Umar (r.a.) disse: «Foi uma bela inovação. Mas a oração que esquecem quando vão dormir é melhor do que aquela que estão a oferecer.» (Relatado por al-Bukhaari, 1906).

Shaykh al-Islam Ibn Taymiyah disse, ao criticar a perspectiva daqueles que citavam as palavras de Umar "Esta foi uma bela inovação" querendo dizer que a inovação boa (bidah) era permissível:

A respeito da qiyaam no Ramadão, o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah recaiam sobre ele) apresentou esta oração ao seu ummah, tendo-os dirigindo em oração durante algumas noites, pois durante a sua vida eles rezavam em congregação e individualmente. Mas deixou de os conduzir em congregação, por recear que a mesma se tornasse obrigatória para eles.

Quando o Profeta (s.a.w.) faleceu, a Shariah foi instituída (e não se alterou desde então). Quando Umar (r.a.) se tornou califa, uniu-os de modo a seguirem um Imame, Ubayy ibn Kab, que reuniu o povo numa congregação às ordens de Umar ibn al-Khattaab (que Allah esteja agradado com ele).

Umar (r.a.) foi um dos Califas guiados pela virtude, sobre quem o Profeta (s.a.w.) disse: "Incentivo-te a aderir à minha Sunnah e ao caminho dos Califas guiados pela virtude que vierem depois de mim. Mantém-te firmemente fiel a ela."

Então aquilo que ele fazia era Sunnah, mas afirmou "Mas que boa inovação foi esta", uma vez que a mesma era uma inovação em termos linguísticos, na medida em que estavam a fazer algo que nunca haviam determinado durante a vida do Mensageiro de Allah (s.a.w.), isto é, reunir-se para o fazer, mas é sunnah nos termos da Shariah." (Majmoo al-Fataawa, 22/234, 235).

E Allah é Quem sabe melhor.

Wassalam. q
 
Opções do Tópico

Regras para Posts
Não pode publicar novos tópicos
Não pode publicar respostas
Não pode colocar anexos
Não pode editar os seus posts

Código BB está Ligado
Smiles estão Ligado
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado

Ir para...



Powered by vBulletin® Version 3.8.4
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd. :: Translated by vB-Brasil
vBulletin Style by: kreativfantasy.com